pimp my dub

Lee “Scratch” Perry é um tiozinho jamaicano doidão, certo?! Não é nem por ter deixado de vir ao Brasil em 2002 alegando que as passagens estavam amaldiçoadas (Tim Maia, na fase Racional, diria magnetizadas), anos depois vimos o caos aéreo e talvez Jah tenha avisado a lenda viva que não seria uma boa aterrisar em São Paulo.

Como todo gênio, o cara transita entre a lucidez e a insanidade, colecionando histórias que refletem isso. Seja inventando o reggae e o dub — como ele diz ter feito –, ateando fogo em seu estúdio, o seminal Black Ark, porque maus espíritos estavam por lá, produzindo o The Clash ou ainda tretando com Bob Marley, Lee Perry sempre mostrou sua personalidade.

Em agosto, saiu seu novo CD Repentance, co-produzido por Andrew W.K. (alguém lembra dele?), e trazendo gente como Chris Stein (guitarrista da do Blondie), Moby (o DJ vegano que já foi punk um dia), Brian Chippendale (do duo Lightning Bolt), Don Fleming (do Gumball, e produtor de Sonic Youth, Hole, Teenage Funclub, Screaming Trees, The Posies), Josh Werner (baixista de Matisyahu) e a pornstar Sasha Grey que faz uma colaboração (?) em Pum Pum, o som pimpado (e meio M.I.A.) abaixo!

Aos 72 anos e depois de lançar cerca de 54 discos você teria essa disposição do tio? Os rappers gringos que se cuidem, porque Lee Perry iz in tha house, bro!

Comentar via site Faces

comentários

15 thoughts on “pimp my dub

  1. Pingback: GG Allin é o cara! | chiveta——¬

  2. Pingback: roir <3s you! | chiveta ——¬

  3. Pingback: pimp my grind « chiveta ——¬

  4. é bom que trabalhando com jamaicanos você aprende mais um idioma Rosini, quer dizer, dialeto!
    😉

    pois é, a gente tinha pesquisado pra saber o que era pum pum, e caímos em um urban dictionary que nos ensinou mais uma bela palavra!
    😉

  5. Tibiu,
    trabalho com uma jamaicana e 50% dos meus clientes sao jamaicanos,entao ja aprendi muito Patua nessa minha vida,que ‘e a lingua deles.
    E Pum Pum ‘e a nossa querida pussy por aqui.
    Veio tarado.
    Yoman!Lata!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *