extravagância e brutalidade no inferno

Amanhã, 19 de julho, acontecerá no Inferno (Rua Augusta, 501 – São Paulo) o Travolta Discos [Rock] Extravaganza. Este será o primeiro de uma série de shows mensais que promete unir nomes consolidados e emergentes do cenário underground (e/ou independente); de localidades diferentes e com um preço camarada (R$ 5).

Nesta edição, o Paura (que já está se organizando para gravar o disco novo) encabeçará o festival. Com brutalidade (talvez até requintes de crueldade) a sequência terá o Itsari (insanidade Made In Petrópolis), o Jeffrey Dahmer (cujo EP Aurora disponibilizado para download gratuito foi altamente elogiado) e o Atroz (que traz na bagagem uma turnê com os finlandeses do Rattus e já dividiu o palco com nomes como Cólera, Lobotomia e Invasores de Cérebros).

extravaganza

Então já sabem, amanhã a partir das 17h, a extravagância (hein?) e a brutalidade (uau!) tomarão conta do Inferno! Dizem que quem não for queimará e não vai ser no inferno!

Comentar via site Faces

comentários

8 thoughts on “extravagância e brutalidade no inferno

  1. Putzzz… o último show do paura que fui..foi no ano passado no lançamento novo do cd do fim do silêncio. Tô mó ansioso pro play novo do Paura.

    infelizmente num vou colar amanhã no INFERNO.
    Bom show aí pra quem for mano..

  2. imagina, sempre dá tempo de comentar!
    🙂

    pois é, rapaz, quem não viveu a época hoje com a internet pode reviver e ainda escolher só a parte boa da coisa!
    😉

    vamos dar ums busca nisso do Beach Lizards no YouTube, valeu a dica!

  3. E outra eu como sempre atrasado nas atualizações do blog, perdi a vez de comentar sobre o Pinheads.
    Coisa linda de deus!!! Grande banda… vou lá fuçar ler o blog! Dia desses um dos caras do Beach Lizards soltou uma versão acústica pra Into Another Cyco no you tube….
    coisa fina, tempo foda que infelizmente pela minha idade não pude viver, mas de resto, ainda bem que existe amigos e foi um grande amigo meu que me apresentou esses caras e ele tem só tudo dos caras, até a silver tape…

    E aversão pra Somebody help me mukeka é coisa finíssima…

    Abraço…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *