Framboesas Radioativas #gastropoda

Girls to the front! E quem for contrário que saia do caminho, se não sair, mulheres como as Framboesas Radioativas irão atropelar.

framboesas2015

O trio bragantino formado [na sequência da foto acima] por Marina Salles [guitarra/voz], Marina Tasca [baixo/voz] e Sofia Carnieli [bateria/voz] acaba de liberar seu segundo EP.

capa por Daniel “Drone” Lima [facebook.com/thisismywebadress]
gastropoda

Gastropoda tem cinco faixas, foi gravado em São Paulo/SP no Estúdio Costella [um lugar mágico, acreditem! + estudiocostella.com] por Chuck Hipolitho [Vespas Mandarinas], e exala espontaneidade – além de energia punk rocker [I.D.K e X] e até senso de humor [D. Pedro].

Acompanhei a gravação do EP anterior, Breathless, que saiu há praticamente um ano, e vejo uma evolução natural, provavelmente fruto de um amadurecimento como musicistas, não no sentido ~virtuoso~ da coisa, mas com relação a segurança em tocar – inclusive ao vivo, no ano passado conferi um show delas ao lado do trio sorocabano Biggs e elas mandaram muitíssimo bem.

frambora15

Lucille me remete ao Nirvana [NORVANA CARA !!!!] seja pela sonoridade ou até pela atmosfera e, penso que Elizabete reflita a liberdade delas, seja pela alternância de ritmo e ainda de idioma e/ou pela letra nonsense – quiçá uma influência dos ~padrinhos~ do Leptospirose & Jardim Elétrico [escola de música deles e que elas frequentaram + facebook.com/escolajardimeletrico].

frambora152

Ouçam, baixem gratuitamente, compartilhem: framboesasradioativas.bandcamp.com/gastropoda + facebook.com/Framboesas-Radioativas + Inclusive o EP anterior [abaixo] que é lindo!

Não deixem de transar: facebook.com/ChivetaZine | instagram.com/chiveta | visual é tudo!

dollynha

Notícias relacionadas:
Conheça a banda: Não Ao Futebol Moderno
Conheça: a banda australiana Flour
Conheça a banda argentina Beautiful Sundays
O dia em que eu mostrei Leptospirose pro Sepultura
O dia em que eu Mostrei Mukeka di Rato pro Sepultura
Grunges tocando indie/emo rock: Baztian
Entrevista: Lê Almeida

Comentar via site Faces

comentários

5 thoughts on “Framboesas Radioativas #gastropoda

  1. Mandam muito bem!!
    Viajei aqui achando que elas tinham dado um tempo..
    Ficou muito bom o ep, já tinha gostado do primeiro, esse tá melhor ainda..
    Geniais as letras de “d. Pedro” e de “Elizabete”, hehehe..

    • legal que curtiu, Arthur!
      🙂
      acho que deram até, voltaram, gravaram e tão aí no mundão 🙂

      demais as letras, né? mandaram muito bem! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *