Ouça, baixe, compartilhe #sons

Eu dou de cara com uns sons/bandas por aí e compartilho aqui – a equação é simples, né?!

angusjoinha

Dessa vez separei SE7E que topei por aí e tem pra [quase] todos gostos!

chiveta destaque bandas

Síndrome, hardcore/punk de São Paulo/SP com integrantes vindos de bandas como Discarga, Jesus Macaco, Veneno Lento entre outras. Fez pouquíssimos shows, mas já lançou um EP bem legal: Oito Minutos de Síndrome, gravado, mixado e masterizado por Diego Rocha no Bay Area e para downlod gratuito em: sindromepunx.bandcamp.com Seguindo a premissa de que ~se não posso dançar, não é minha revolução~ [olar Emma Goldman!], Carta Aberta é O som, juventude – aumente e dance! Mais: facebook.com/sindromepunx

Lembra do Desaparecidos? Banda do Conor Oberst, do Bright Eyes, e tal. Enfim, 13 anos após o primeiro disco, Read Music/Speak Spanish, eles voltaram e gravaram Payola. Ele vai sair pela Epitaph e tem entre os convidados Laura Jane Grace, do Against Me!, Tim Kasher, do Cursive, e o conjunto So So Glos. Produção da banda e de Mike Mogis [Cursive, Bright Eyes]. Post-hardcore, emo, pop, sei lá, me gusta. Mais: facebook.com/desaparecidosband

De Piracicaba/SP, a barulheira trevosa do Travelling Wave. Música sombria, densa e pra quem veste preto por dentro e por fora. The Crow, a lindeza dark abaixo, tá pra download no Bandcamp: travellingwave.bandcamp.com [aproveite e ouça/baixe geral por lá, inclusive Estúdio A Toca Sessions Bootleg, um ensaio ao vivo que tem até umas versões]. Olhos [e ouvidos] atentos ao TW! Mais: facebook.com/twave2014

Jungle Rot, banda americana de death metal na estrada desde 1994, recebeu Deus [Jah ou um mendigo] em seu novo disco. Max Cavalera participa do som Fight Where You Stand, presente em Order Shall Prevall que sairá pela Victory Records no fim do mês que vem e abaixo dá pra ouvir a podreira. Quando vão fazer um Tributo a Max Cavalera?, me pergunto. #ficadica Mais: facebook.com/igotjunglerot

O trio punk rocker paulistano Flicts lançará material novo via Red Star Recordings [já está em pré-venda, clique aqui redstar77.com]. Sonhos Corrompidos terá sete sons, entre eles Vida Fluída, que pode ser degustada abaixo. Quem não gosta de Flicts, bom sujeito não é – só acho. Mais: facebook.com/Flicts

Teenage Time Killers foi formado em 2014 pelo guitarrista Mick Murphy [My Ruin] e o baterista Reed Mullin [Corrosion Of Conformity] e é uma farra de parças que recebe uns truta tipo Stephen O’Malley, do Sunn O))), Dave Grohl [O CARA MAIS LEGAL DO MUNDO ZZZZZZZZZ], Matt Skiba [Alkaline Trio], Randy Blythe [Lamb Of God], Corey Taylor [Slipknot e Stone Sour], Nick Oliveri [Kyuss, Queens Of The Stone Age, Dwarves] e – TCHARAM – Jello Biafra, eterno frontparça do Dead Kennedys, nessa boniteza Ode To Sean Hannity abaixo! Mais: facebook.com/TeenageTimeKillers

Trio surf punk numa onda instrumental nadando contra a maré pop descartável e/ou a aspiração comercial. Diretamente de Teresina/PI, o Aloha Haole é um achado. O EP The Fucking Summer Rain Fucked Up My Vacation [abaixo] saiu no começo deste ano e o disco If You Wanna Dance em 2014 – ambos para download: https://alohahaole.bandcamp.com – Mais: facebook.com/AlohaHaoleBand + olhem que merchandise transado para compor seu #lookdodia amigues: alohahaole.iluria.com

Muita coisa boa, hein, absorvam, ouçam, baixem, compartilhem cazamiga, entrem em contato – e viva o rock!

silvio e rei do rock

Não deixem de transar: facebook.com/ChivetaZine | instagram.com/chiveta | visual é tudo!

beyonce-rock

Notícias relacionadas:
Ouça: Tirei Zero
Conheça a banda: Framboesas Radioativas
Conheça a banda: Não Ao Futebol Moderno
Conheça: a banda australiana Flour
Conheça a banda argentina Beautiful Sundays
Conheça: Rolo Seco, arte & música
WTF 03 – Katty Winne, Prole?, Trash No Star & Bikinis
WTF 02 – Calistoga, Horace Green, Camarones Orquestra Guitarrística & Statues On Fire
WTF 01 – Noala, Noskill, Goatmantra, Plastic Fire & Manger Cadavre?

[contador postado em 26/07/2015]

Comentar via site Faces

comentários

11 thoughts on “Ouça, baixe, compartilhe #sons

  1. Moço, esse Travelling Wave é bão mesmo eim.
    Sindrome também é foda.
    Flicts é som para escutar na rua, desviando de noias. Sempre bom.
    O Aloha Haole é foda também, não sacava. Fi, o Norteste só tem mostrado banda boa, eu to pirando para esse movimento sexy de lá.

    • legal que curtiu o TW, amigor, acho bem bão o som! 🙂

      que bela definição pro Flicts! ahahah talvez eles curtam 🙂

      o movimento é sensual! <3

  2. Sensacional o (a?) síndrome..
    Curtindo o Desaparecidos aqui, belo time de convidados e convidadas..
    Curto demais Flicts e Aloha Haole!
    Vou sacar o Jungle Rot, o Travelling Wave e o Teenage Time Killers.

    • o ou a, tanto faz, demais o som, né Arthur? Síndrome é uma grande surpresa! 🙂

      eu adoro o Desaparecidos, nem imaginava que voltariam!
      eu tb gosto bastante do Flicts e o Aloha Haole me agrada bastante.
      tô curioso pra ouvir as outras coisas do Teenage Time Killers!
      🙂

  3. Essa Sindrome é coisa fina. Abaixando e colocando no tocador de mp3 do esperto fone.
    HC dance music? 🙂

    Cara, eu não gosto de death metal. Não gosto de grind core. 🙁 #ProntoFalei

    Flicts, cara!!!!
    Eu só entendi o que era panque roque de rua quando ouvi o Canções de Batalha. Conclusão atual para um dilema passado. Depois de ver e falar com eles, mesmo eu estando bem loko de bereja, eles foram camaradas e fizeram um show fantástico no Pampa Punk em Caxias do sUL (Lucas Trindade, esse é o cara!!!!!).

    Cara, Aloha Haole é a banda bacana pra ser curtida comendo uma carne e tomando umas berejas com a tchurma roqueira no quiosque da sede do meu trampo. Mas em casa…

    As bandas gringas nem dei o play. 🙂

    • ri alto com o esperto fone! ahahah

      bom demais o Síndrome, quando tocar o putsputs dance sem medo 😉

      ah, sério? eu adoro grind, acho Napalm Death lindo em diversas fases, inclusive na death 😉

      Flicts tem belos shows, é panque roque de rua mesmo, boa definição, bem melhor que street punk.
      galera gente fina, punk rockers, não roquestrelas, faz toda a diferença 🙂

      curto o Aloha Haole, acho transado 🙂

      pohan, os gringos vão chorar! ahahah ouça pelo menos o Max e o Jello, amigor 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *